INSTITUCIONAL

VoltarNOTÍCIAS

Fundos de investimento: setor capta R$9,3 bilhões
Fonte: Gazeta Mercantil | 26/08/2005

O agravamento da crise política, que culminou com acusações, na última sexta-feira, contra o ministro Antonio Palocci, passou longe do setor de fundos de investimento. Naquele dia (19), os fundos registraram captação líquida (aplicações menos resgates) de R$ 1,148 bilhão, liderada pelas carteiras de renda fixa, com entradas de R$ 834,38 milhões, segundo dados da Associação Nacional de Bancos de Investimento (Anbid).

Nem mesmo resgates ocorridos em alguns fundos exclusivos foram capazes de comprometer a captação do setor.

No acumulado de agosto até o dia 19, os ingressos superam R$ 9,3 bilhões, elevando o patrimônio do setor a R$ 671,3 bilhões. Os fundos de renda fixa abocanharam a maior fatia do que entrou no mês: R$ 5,161 bilhões. As carteiras atreladas ao DI e de curto prazo registraram entradas de R$ 1,471 bilhão e R$ 1,323 bilhão, respectivamente. Até os multimercados, mais agressivos e, portanto, os primeiros a perderem em épocas de crise, acumularam captação líquida de R$ 286 milhões em agosto.

Os números de agosto confirmam o movimento de recuperação iniciado em julho, depois de três meses seguidos de resgates. Para o consultor de investimentos Fábio Colombo, as perdas registradas à época foram decorrentes da migração para ativos como CDB.